CHICOTES PARA LULA

admin 26 de novembro de 2012 Comentários desativados
CHICOTES PARA LULA

Esta pescaria um tanto diferente tem início às 20 horas e 20 minutos e só termina com o nascer do Sol do dia seguinte, por volta das 6 da manhã, a temporada de lulas vai até abril, mas março é bom para a pesca na região Sudeste. Abaixo mostramos dois modelos de chicote para lula com Boia ou sem Boia   Clique na imagem para ampliar

Vara: é um item bem importante. Para sentir melhor o momento em que a lula “gruda” na isca, a melhor ação é a média. Varas para linhas entre 8 e 15 libras estão numa boa classe de “libragem”. O comprimento dependerá da quantidade de zangarilhos usados; quanto maior o número, maior deve ser a vara. Por quê? Há ocasiões em que se pesca com até quatro ou cinco zangarilhos na linha. Nesse caso, uma vara de 8 ou 9 pés (entre 2,40 e 2,75 m) é a mais indicada porque facilita a retirada das lulas sem que o girador do chicote encoste na ponteira da vara. Mas se a idéia for usar um único zangarilho, você pode pescar com um caniço de qualquer tamanho, ou mesmo nenhum, usando apenas uma linhada de mão. Linha: não pode ultrapassar a espessura de 0,35mm, ou as lulas dificilmente atacarão. Se a opção for por linhas coloridas, é bom fazer um líder transparente. As linhas de multifilamento são recomendadas porque, em geral, têm mais sensibilidade para transmitir a pegada da lula no zangarilho. Uma linha multi de 0,15 a 0,20 mm é mais do que suficiente. Molinete ou carretilha: tanto faz, use o equipamento que preferir. Basta que tenha capacidade para uns 100 metros de linha da espessura que você escolher, pois as lulas podem atingir grandes profundidades. Chicote: segue o estilo dos chicotes de praia. É constituído por um girador na ponta de cima, uma linha mestra com um snap no final e “pernadas” (ou “braços”) de linha na parte intermediária, para amarrar os zangarilhos. É recomendável colocar snaps nas extremidades das pernadas (a quantidade é a mesma da de zangarilhos), para facilitar a troca de iscas. Um bom tamanho para cada pernada é de 20 cm, com cerca de 30 cm de espaço entre uma e outra, até chegar ao snap inferior. Se adicionar mais zangarilhos, mantenha essas medidas, não se esquecendo que o chicote deve ser de náilon transparente, com espessura igual ou inferior a 0,35 mm. Ao girador amarra-se a linha do equipamento. Nos “braços” usam-se zangarilhos de tecido, sem chumbo, para ficarem suspensos na água. )Já no snap final do chicote, o zangarilho deve ser de chumbo (com formato de âncora), para que o sistema todo afunde e trabalhe adequadamente. O chicote descrito é adequado quando as lulas estão no fundo ou na meia-água. Ao recolher a linha para trazer as lulas para o barco, faça-o sem muita rapidez, porque mais lulas podem ser pegas durante a subida, em outro zangarilho
obs: Pode se usar também uma tirinha de lula amarrada com elastrico no corpo da bruxinha !

Comments are closed.